Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Carolina Gonçalves’ Category

Se ao menos soubesses tudo o que não disse

Ou se ao menos me desses o sentimento que te dei

E não partisses, assim, empurrado pelo vento

Com o coração aflito e sufocado de segredos.

Se ao menos percebesses que eram nossos

Todos os momentos partilhados .

Se ao menos guardasses na tua mente recordações

Que ambos vivemos e as dificuldades que ultrapassámos

Se ao menos tivesses quebrado o gelo que nos rodeava

Onde o teu rosto se esconde no meu rosto ,

E a minha mente lembra a tua despedida

Talvez, hoje, eu pudesse esquecer esse brilho nos teus olhos..

 

Carolina Gonçalves

Anúncios

Read Full Post »

Se eu fosse…

 

Para mim a música é uma forma de expressarmos os nossos sentimentos de maneira diferente. É uma forma de expressão importante pois toca-me de uma maneira especial. Sem música sinto-me um bocado em baixo e vazia.  As músicas tocam-me de maneira diferente conforme o meu estado de espírito ou disposição.

Muitas vezes, quando chego a casa após um dia de aulas cansativo, fecho-me no meu quarto e solto  a música para me fazer sentir mais leve…Para me ajudar a olhar para os meus problemas, ou para as minhas alegrias e torná-las ainda mais fortes…

Outras vezes dou comigo a pensar em fazer profissão com a música…E todo o mundo se ri…Tu? Cantora? E eu fico a pensar…Por que não?

Se eu fosse cantora, gostaria de escrever e compor as minhas músicas, de expressar as minhas ideias e os meus sentimentos. Claro que depois, gostaria também de ter uma banda com pessoas amigas onde tocássemos todos em conjunto . Se fosse uma cantora famosa gostaria de puder mudar o mundo, abrir as mentes das pessoas para um mundo melhor. Começava por compor músicas com mensagens que sensibilizassem as pessoas a abrir os olhos e que olhassem de maneira diferente para o mundo. Gostaria, também,  de doar dinheiro aos mais carenciados e iria em missão para África ajudar as crianças mais necessitadas .

Na minha opinião, a mensagem é o mais importante das músicas. A mensagem é a base do sucesso de uma canção. E são as nossas mensagens que ficam a deambular pelas mentes de quem as ouve…Que penetram lentamente na sua forma de ver o mundo…de sentir…de olhar para os outros…

Sem música o mundo seria triste e deprimente! Se eu fosse cantora, abria as minhas asas da imaginação e voaria por esse mundo fora, espalhando a minha alegria.

Carolina Gonçalves  8ºano

Read Full Post »

O Sentimento do Amor

Pessoas que não conseguem amar,

Pessoas que nos fazem sofrer

São aquelas desilusões

Que nos fazem amadurecer.

 

Vida solitária

Sem ninguém para falar.

Olhamos à volta e só queremos

Recomeçar.

 

Recomeçar do zero

Para corrigir os nossos erros.

Erros que não merecem perdão,

Mas que nos trazem a desilusão.

 

Gente sem alma, sem coração,

Ou sem qualquer sentimento…

Pessoas que nos levam para outro

Tipo de pensamento.

 

Procuramos sempre a solução mais fácil

Para esquecer.

Mas o sentimento continua  a permanecer.

Read Full Post »

Amigas Inseparáveis

Estava a meio do Verão e já não aguentava . Cada dia parecia uma eternidade, queria ocupar o meu tempo, mas não tinha maneira de o fazer . Já estava a ficar farta e só queria algo para me distrair .

Um dia à tarde, a minha mãe chegou mais cedo a casa.  Interroguei-me pois não era hábito chegar aquelas horas .

– Olá filha , podes chegar aqui um bocadinho por favor ? – chamou a minha mãe com uma voz firme .

– Sim mãe , diz… – respondi, hesitando, pois sabia que com aquela cara o assunto não era algo normal .

– Eu tenho reparado que tens estado muito tempo sem fazer nada, por isso decidi inscrever-te num campo de férias durante duas semanas . Que me dizes?

Ao ouvir estas palavras não tive reacção. Por um lado era óptimo porque pelo menos saía de casa durante algum tempo,  mas por outro…

– Um campo de férias mãe?! – disse bastante revoltada – não conheço ninguém e além disso não quero ir sózinha .

– Agora já é tarde, faz as malas e despacha-te, o campo começa hoje e não quero que chegues tarde .

Agora, sim, já não havia volta a dar. Arrumei todas as minhas coisas dentro das malas e entrei no carro muito contrariada .

A viagem foi longa e silenciosa. Enquanto isso, ia ocupando o meu tempo a pensar nuns planos para fugir dali para fora.

– Vá anda, já chegámos – disse-me a minha mãe.

Tirei as malas do carro e olhei para a quantidade de pessoas que o faziam também . “Ora bolas ! “ pensei para mim .

– Diverte-te ! – disse-me ela dando-me um beijinho na cabeça .

À medida que me ia afastando, a mão da minha mãe ia desaparecendo… O campo era enorme e seria difícil encontrar a minha camarata. Procurei o número da camarata a condizer com o meu cartão, mas nada…

– Precisas de ajuda ? – perguntou-me uma voz de rapariga, muito doce .

– Sim, sou nova aqui e procuro a camarata número 13 – respondi-lhe muito envergonhada .

– Então parece que procuramos a mesma coisa! – disse-me ela sorrindo e mostrando o cartão com um número igual ao meu .

Os dias foram passando e a minha amizade com a Catarina foi crescendo. Passávamos a maior parte do tempo juntas, partilhávamos histórias uma com a outra, ríamos juntas e divertíamo-nos bastante. O tempo foi voando e quando dei por mim estava-me a despedir da melhor amiga que já fizera.

– Vou ter muitas saudades tuas! Gostei tanto do tempo que passámos juntas! – disse-lhe com lágrimas nos olhos.

– Eu também. Mas não te preocupes. Encontramo-nos no próximo Verão – disse-me ela sorrindo e passando os dedos pelos meus olhos .

Entrei no carro , abri a janela e fiz-lhe um último aceno .

Carolina Gonçalves 8ºano

Read Full Post »

Poema

Sinto-me confusa

Neste mar sem fim, nesta vida sem destino ,

Apenas sei que nada do que sonho se torna possível!

Traição?

Sim, um acto inexplicável … há quem diga que é por amor ou simplesmente uma acção repentina

Olho à volta e não vejo a resposta ..

Orgulho?

Sim… o caminho do erro

Desilusões ?

Bastantes… mas nada é suficiente para a decisão certa!
Enfim, amor… Apenas queria falar por actos e não por palavras ..

Paixão! Forte a cada dia que passa…

Ilusões, enfim

Caminho para lá

Porque é que eu caio?

Quando tudo isto parece maravilhoso…

Olhos grosseiros

Mentes solitárias

Inveja do ser e do querer ..

Enfim, amor….

Carolina Gonçalves, 12 anos

Read Full Post »

Momento Inesquecível

O grande dia tinha chegado. Finalmente ia acampar com os Escuteiros de Lisboa.

Era Verão, mas o tempo estava estranho, com nuvens e chuviscava um bocadinho. Cheguei ao local combinado com os escuteiros de Alfragide, por volta das seis e meia da manhã. Tínhamos que ir cedo, pois a viagem para o nosso destino era longa. Era suposto partirmos às sete com os escuteiros da Reboleira, mas houve um engano e eles partiram sem nós. Estivemos á espera do autocarro mais hora e meia, até que  ele lá apareceu.

Como a viagem até Ferreira do Zêzere ainda era longa, fomos a ouvir música, a cantar, e a falar uns com os outros. Houve até quem comesse durante o caminho!

Quando finalmente chegámos, saímos do autocarro, tirámos o material, e tivemos que andar um bocado a pé até à nossa zona. Ficámos todos encharcados até aos ossos, mas valeu a pena. O campo era enorme e cada agrupamento tinha direito a um sítio para montar as tendas e construir uma mesa e uma cozinha. Quando terminámos as construções almoçámos e começámos o programa de actividades.

O tema do acampamento era “Homens Novos para uma Nova Humanidade” e falava sobre como salvarmos o nosso planeta. O acampamento era como uma “competição”. Fizemos bastantes jogos, andámos muito, fizemos actividades náuticas, conhecemos e fizemos bastantes amigos de Lisboa e arredores. À noite havia jogos nocturnos e apresentávamos peças de teatro sobre um resumo do dia.

No último dia à noite houve uma festa de encerramento com música, dança, teatro, apresentação de fotografias e muito mais …

No último dia tínhamos que desmontar tendas, cozinhas, mesas, arrumar material e a nossa roupa. Não gostei do último dia, pois tivemos que nos despedir de todas as pessoas que tínhamos conhecido e foi triste, mas por outro lado gostei muito da experiência.

No regresso para Alfragide viemos a ouvir música, mas estávamos tão cansados que acabámos por adormecer todos. Quando chegámos tínhamos os pais todos à nossa espera, ansiosos por nos verem e nos irem meter na banheira.

Gostei muito e diverti-me bastante, não me importava de voltar a repetir porque aprendi muito e cresci bastante como escuteira!

Carolina Gonçalves, 8.º ano

Read Full Post »

Ser Amigo

Para mim, ser amiga é ajudar algum amigo que precise de conselhos ou de apoio , seja seja qual for a circunstância. Ser amigo é, também, saber partilhar .

Tento estar presente quando algum amigo precisa de mim. Gosto de ser amiga porque gosto de estabelecer relações de amizade para me rir,  divertir-me e, todos juntos, sermos unidos.

Procuro ver os meus amigos felizes e gosto que desabafem comigo porque é um gesto bonito e porque os gosto de ajudar. Ao ajudarmos os nossos amigos fazemos com que o laço da nossa amizade vá aumentado e a relação vai-se tornando cada vez mais forte e mais próxima.

Carolina Gonçalves, 8º ano

Podermos partilhar gostos, segredos e opiniões faz também de nós amigos.

Read Full Post »