Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Setembro, 2010

Um Jogo de Futebol

Um dos primeiros jogos que vi foi o Benfica-Porto, no Estádio da Luz.

Era um jogo clássico Benfica-Porto, com os adeptos a gritarem pelo seu clube e o ambiente era óptimo.

Nos primeiros minutos não houve nenhum lance de perigo, mas logo aos quinze minutos, Luisão faz o primeiro golo do jogo num cabeceamento excepcional.

Tudo se passou assim: o Carlos Martins faz o canto e Luisão aparece, no meio dos defesas, e remata de cabeça, sem hipóteses para o guarda-redes.

Até ao intervalo, 1-0 para o Benfica, mas depois do intervalo, ao minuto 68, Beluscchi faz um remate de belo efeito, a 25 metros da baliza, no canto esquerdo, colocando o Porto a empatar e ficando tudo de novo em aberto.

Os adeptos nas bancadas ficavam cada vez mais nervosos, mas aos dois minutos para lá do tempo regulamentar, Hulk remata de muito longe e a uma velocidade de 134k/h, marcando o segundo golo dos azuis e brancos. Nesse momento, o árbitro apita e acaba o jogo: 1-2 para o Porto.

Gostei muito do jogo, com muitos lances de golo não concretizados, mas mesmo assim  um bom jogo de futebol.

Miguel, 10 anos

Anúncios

Read Full Post »

Festa de Anos

Olá, chamo-me João e fiz, há poucos dias, 10 anos. Como sempre fiz uma festa de anos apara os meus amigos. Aproveito então para contar como foi a minha festa de anos.

A minha festa de anos foi em minha casa, com cinco amigos: o Ricardo, o Fábio, o Miguel,  o Manel e o Rodrigo.

O Ricardo ofereceu-me um carro telecomandado vermelho, muito fixe, o Fábio um livro de ”Uma Aventura”, o Miguel deu-me um puzzle com 400 peças de Paris, o Manel deu-me um CD dos Linkin Park “Minutes to Midnight”, e, por fim, o Rodrigo deu-me uma pista de carros muito bacana.

Quando eles chegaram, fomos ver um filme que alugámos no videoclube o “Waterworld”.Depois fomos lanchar e jogámos “Playstation 2”. A seguir fomos jogar à bola no parque e também jogámos pingue-pongue.

Conclusão: a minha festa foi um espectáculo.

Gonçalo, 10 anos

Read Full Post »

Entrevista: Miguel Veloso

Não vale a pena fazer apresentações a Miguel Veloso. Bom jogador, seleccionável, peça importante nos jogos do Sporting Clube de Portugal nos últimos três anos, resolveu esta época transferir-se para o Génova em Itália. Para sabermos das razões que o levaram a tomar essa decisão e a saber como ele se integrou numa nova equipa, viajámos até Génova em Itália onde encontrámos o Miguel no remanso do lar, num dia de descanso.

Jornalista – Olá bom dia Miguel. Queremos em primeiro lugar agradecer o facto de nos ter recebido tão prontamente.

Miguel Veloso – Não faz mal. Também é o meu dia de descanso e não tinha marcado nada com os meus amigos.

Jornalista – Porque veio para Génova?

Miguel Veloso – Bem, essa pergunta não é difícil de responder. Porque ganhava mais dinheiro e porque queria conhecer Itália.

Jornalista – Sente-se bem aqui?

Miguel Veloso – Sim, sinto-me realmente bem.

Jornalista – Tem algum familiar ou amigo aqui?

Miguel Veloso – Não, não tenho familiar, mas tenho alguns amigos.

Jornalista – Nos jogos que o Génova tem feito, tem jogado?

Miguel Veloso – Sim

Jornalista – O Génova tem perdido jogos?

Miguel Veloso – Ganhou cinco, empatou dois e perdeu um.

Jornalista – Os seus colegas têm-no tratado bem?

Miguel Veloso – Sim.

Jornalista – Como tem passado?

Miguel Veloso – Bem.

Jornalista – Obrigado pelas suas declarações. Desejamos-lhe todas as felicidades.

Read Full Post »

As minhas férias

Nas férias grandes fui ao Algarve, mais precisamente a Vilamoura, com os meus pais e a minha irmã. Fomos de carro, e a viagem que era para demorar cerca de três horas, demorou mais, porque a bicicleta da minha irmã soltou-se, caiu na estrada e estragou-se. Depois desta pequena aventura, lá chegámos a Vilamoura. Ficámos num apartamento, não muito longe do centro e perto do Mini – Golfe, onde fomos jogar uma noite e foi bem divertido.

No dia seguinte fomos à praia, praia da Falésia, como em todos os restantes dias em que lá estivemos. O tempo esteve óptimo e a água calma e aproveitei para andar muito na minha nova prancha de «bodyboard». No penúltimo dia fui ao «Zoomarine» com o Rodrigo, que também estava a passar férias no Algarve, e foi muito divertido, sobretudo andar no «kamikaze».

No dia seguinte voltámos para Lisboa, mas logo de seguida fomos para Ponte de Sôr, no Alto Alentejo, onde vivem os meus avós maternos. Infelizmente um amigo meu, o Pedro, não estava lá, e não me diverti tanto como noutros anos. No entanto, aproveitámos para ir a Évora, onde vi o Templo de Diana e a Sé, e depois fomos até à barragem do Alqueva, mas foi um pouco chato porque não se podia tomar banho.

De seguida, fui visitar a minha tia a Castelo Branco e finalmente fomos para o Arcozelo, uma aldeia perto da Serra da Estrela, onde os meus avós paternos têm casa. Estive lá com os meus primos, o Alexandre e a Inês. Íamos todos os dias para a piscina e jogávamos futebol. Num desses dias fui a Salamanca, em Espanha, onde vi a Sé, a Universidade de Salamanca, e onde comi uma «Paella».

As férias estavam a acabar, mas ainda houve tempo para visitar o Mosteiro de Alcobaça, onde tirei umas fotos perto dos túmulos de D. Pedro e D. Inês de Castro.

Gostei muito destas férias porque estive com os meus pais e com a minha irmã e conheci sítios diferentes.

Read Full Post »