Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Fevereiro, 2010

Desde pequenina  que eu  ouço  dizer que as composições são importantes para nós aprendermos a escrever.

Mas eu não gosto de  escrever composições  porque não me apetece  escrever  e nem pensar nos assuntos.

Mas isso só acontece quando o meu professor pede,  porque, às vezes, escrevo  bilhetinhos.  Às vezes, quando me apetece,  até escrevo poesia e versos quando estou triste ou contente.

Ana Clara 5º ano

Read Full Post »

CARNAVAL

O Carnaval é um dia de grande festa, um dia de tradição em que as pessoas se mascaram, brincam, vão passear e, por vezes, andam simplesmente normais. No Carnaval ando normalmente vestida porque não gosto de me mascarar, e estou completamente sem paciência.

Neste dia apenas gosto de me divertir com os meus amigos e amigas com balões de água, ar e fazer partidas às pessoas que achamos melhor. Mas lembro-me perfeitamente que, quando era pequena, adorava este dia festivo e mascarava-me à Dálmata, diabo ou bruxa (nunca de princesa).

Este Carnaval vai ser divertido para mim porque vou estar com as pessoas que mais amo (família e namorado) e com os meus amigos… quando estamos juntos é sempre uma grande festa em casa do meu pai.

E acho que é só, beijinhos da

Íris M., 8º ano

Read Full Post »

O portal mágico

Era uma vez um menino que se chamava Guilherme, e que tinha os pais separados. Ele estava sempre em sarilhos com a professora na escola porque nunca conseguia transportar os livros da casa da mãe para a casa do pai.

Então a professora zangava-se com ele porque se esquecia do livro debaixo da cama, do caderno na prateleira de cima… Aquilo que acontecia não era bem esquecimento, era simples preguiça.

Houve um dia em que o Guilherme viu o seu cão a sair debaixo da cama onde havia um buraco. Ficou curioso e decidiu entrar lá dentro. Era o cheiro do seu quarto. Tinha descoberto uma passagem mágica entre as duas casas. Então agora já podia transportar os seus livros da casa da mãe para a casa do pai.

Mas para os pais não desconfiarem, ele ainda levava alguns livros na mala.

Luísa Chumbinho, 5º ano

Read Full Post »

O meu grande amor

O meu grande amor ainda não apareceu, mas também ainda sou um pouco novo para pensar nisso.

Eu quero que ela tenha olhos azuis, cabelos loiros e que seja linda. Mas também pode ser muito gira e ser chata ou não gostar de mim e isso é mais importante que a beleza.

Ela pode ser uma gorda e ser o meu amor. Ela pode ser um pouco mais velha e ser o meu amor. O que eu quero dizer com isto é que não importa se ela é gorda, velha, ser gozada pelos teus amigos, tímida…o que interessa é o que está por dentro e se estiveres apaixonado não tenhas medo de avançar.

Não fiques à espera que ela um dia te disser que queria namorar contigo. Não tenhas pressa se ainda não a encontraste porque às vezes vale a pena esperar. Às vezes o teu grande amor é uma pessoa que é tua amiga e que esteja perto de ti e tu não te apercebeste e só vês isso quando estás sem ela, porque isso abre bem os olhos. E não trates mal aquelas que tentam ser o teu amor.

O amor é uma coisa que não se explica, é o coração a bater mais depressa, aquela comichão na barriga… O amor é um sentimento inesquecível e toda a gente já o sentiu.

Não desprezes as pessoas que te amam se já cometeram alguns erros e dá-lhes uma oportunidade. Não tenhas medo de que, quando começares a namorar com ela, os teus amigos gozem contigo.

Afonso Valente, 5º ano

Read Full Post »